10 Mulheres que revolucionaram 2019 e vão continuar com tudo em 2020

Atualizado: Fev 12



2019 foi um ano importante, marcado por muitas mudanças e muitos acontecimentos, alguns esperançosos para o futuro, outros nem tanto. Convenhamos que não foi um período nada fácil, mas nenhum período de mudança tem que ser fácil, né?

As mulheres foram o mais importante pilar de diversas dessas mudanças e dominaram o último ano da década passada. Estamos cada vez mais mostrando que viemos para liderar, e que não vamos mais tolerar diversos comportamentos misóginos, machistas e opressores vindo da sociedade patriarcal que vivemos.

Para te inspirar e talvez te apresentar a esses grandes nomes, nós fizemos uma lista de 10 mulheres que revolucionaram 2019 - e que vão continuar com tudo em 2020, passando por musas como Lizzo, Jane Fonda e Hunter Schafer! Vem conferir e se apaixonar com a gente: 



A grande aposta para levar o prêmio de melhor nova artista no Grammy 2020, Billie Eilish foi a grande sensação da música pop ano passado. A cantora de apenas dezoito anos, dominou todas as paradas nacionais e internacionais de 2019, e parece não esse ano não será diferente. Desde o seu surgimento no mundo da música, muito foi especulado em torno de suas escolhas de looks, sempre usando roupas largas e peças que normalmente seriam do armário masculino. No meio do ano passado, Billie participou de uma campanha da Calvin Klein e resolveu se abrir sobre o assunto, revelando que o principal motivo era não querer ser sexualizada como artistas pop femininas são: “Eu não quero que o mundo saiba tudo sobre mim. É por isso que uso roupas grandes e largas. Ninguém pode ter uma opinião, porque eles não podem ver o que tem por baixo." Diz ela sobre as roupas que escondem seu corpo. "Ninguém vai ficar falando: ‘Olha, ela é magra, ela não é magra, ela tem pouca bunda, ela tem bunda grande…’ As pessoas não podem falar essas coisas, porque elas não sabem”. 



Célia Xakriabá é uma professora e ativista indígena do povo Xakriabá de Minas Gerais. Primeira mulher da tribo a concluir um mestrado e única indígena a cursar doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais, foi organizadora da 1ª Marcha das Mulheres Indígenas, que aconteceu em agosto de 2019, em Brasília. Junto de mais de 2.000 mulheres, Célia saiu em defesa dos territórios indígenas, das mulheres e contra a homofobia. já viajou por 12 países europeus entre outubro e novembro do ano passado, com uma comissão da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, para debater os direitos indígenas como parte da campanha Sangue Indígena: Nenhuma Gota a Mais. 



Barbie Ferreira é uma modelo e atriz norte americana, mais conhecida pelo seu papel na série "Euphoria", onde interpreta a estudante Kat Hernandez. A musa, que entrou no show bussines a pouco tempo, integra o movimento de aceitação de todos os tipos de corpo e fala constantemente de aceitação e amor próprio. Barbie é uma figura importante e um exemplo a ser seguido por milhares de meninas ao redor do mundo que sempre se sentiram oprimidas por uma sociedade onde a figura magra é endeusada. 



Se você não passou o último ano vivendo em baixo de uma pedra, com certeza ouviu falar de Greta Thunberg. A adolescente de somente 17 anos, comoveu o mundo inteiro com seu discurso sobre a crise climática durante a Cúpula do Clima na ONU, em Setembro do ano passado. A jovem disse em frente a líderes de 60 nações que sua infância foi roubada: "Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias, isso está errado, eu não deveria estar aqui. Eu deveria estar na escola, do outro lado do oceano", afirmou Thunberg aos líderes. "Vocês ainda se aproximam de nós, jovens, para ter esperança. Como ousam?". A ativista foi considerada "Pessoa do Ano" pela revista Time e é um sopro de esperança para as novas gerações.



Hunter Schafer é uma modelo, atriz e ativista dos direitos LGBTQ+. Ficou mundialmente conhecida por sua personagem Jules na série da HBO "Euphoria", sua estreia na televisão. Assim como sua personagem, Hunter é uma mulher transsexual, que apesar de ter muito orgulho da sua identidade sexual ela não quer que isso seja o foco de sua vida. A gata falou sobre isso para Variety Fair Magazine: “Precisamos de mais papéis onde pessoas trans não estão lidando apenas com serem trans; elas são trans enquanto lidam com outros problemas. Nós somos muito mais complexos do que nossa identidade.” Hunter é super engajada em causa e movimentos que acredita. Em 2017 ela foi um dos principais rostos que lutou contra uma lei no estado da Carolina do Norte que impedia que estudantes trans pudessem usar o banheiro do gênero que se identificavam, em escolas e em outros espaços públicos. “Eu estava em um local de privilégio em minha transição e senti que conseguiria me fazer visível para ajudar o meu estado a entender porque o que eles estavam fazendo era prejudicial à minha comunidade.”



A veterana atriz Jane Fonda, foi destaque em 2019 por seu grande e importante papel nos protestos contra crises ambientais que acontecem nos Estados Unidos. A musa foi uma forte e resistente ativista durante toda a sua vida mas foi aos 81 anos ao ver o discurso de Greta Thunberg na ONU, que resolveu tomar as rédeas e se tornou líder do "Fire Drill Friday" um movimento que acontece toda sexta-feira em Washington contra o aquecimento global. Fonda diz usar a desobediência civil como forma de protesto, o que causou sua prisão diversas vezes no decorrer do ano. Um exemplo a ser seguido. 



Outra cantora que definiu o ano de 2019 com certeza foi Lizzo e seu hino feminista "Good As Hell". O amor próprio em pessoa, Lizzo é uma inspiração de confiança para todas as pessoas e é precursora assídua do movimento body positive, sempre falando a favor do amor próprio e da aceitação. A musa usa sua voz e sua posição de privilégio para espalhar uma mensagem positiva e ensinar mulheres a se amaram, independente de como e de quem elas sejam. Além disso, Lizzo fala de feminismo e de mulheres apoiando mulheres em diversas de suas letras e entrevistas. Em sua música "Juice", ela canta: If I'm shinin', everybody gonna shine (se eu brilhar, todas vão brilhar)!



Em 2019 tivemos uma grande e importância notícia relacionada a jornalista e apresentadora Maju Coutinho. A jornalista, que já está há 12 anos trabalhando para a TV Globo, foi anunciada como a nova apresentadora do "Jornal Hoje", que passou por muitas mudanças depois da saída repentina de seu antigo âncora Donny De Nuccio. Apesar de parecer uma notícia rotineira, há muitos motivos para celebrar a presença de Maria Julia à frente de um dos principais jornais da emissora. Competente e profissional, Maju já tem passagens pela bancada do "Jornal Nacional" e do "Fantástico" e mostra na prática a importância da representatividade. 



Que Rihanna é uma das cantoras mais importantes da nossa geração, não é novidade para ninguém. A musa está há quase 15 anos no show bussines e é um exemplo de mulher independente e poderosa, que sempre usou suas musicas para empoderar mulheres. Quando lançou sua marca de beleza, a Fenty Beauty, surpreendeu com uma linha de produtos para pele com mais de 40 tonalidades. Em Setembro de 2019, a musa dominou todas as mídias sociais ao apresentar a coleção Primavera Verão 2020 da SavageXFenty, sua marca de lingerie, durante a New York Fashion Week. O desfile estava repleto de diversidade e mergulhou em tudo aquilo que a Victoria's Secrets falhou. Adotando uma mensagem positiva e abrangendo o alcance para mulheres de todos os tipos e tamanhos.



Zonzibini Tunzi foi coroada Miss Universo 2019, e movimentou as redes sociais do mundo todo com seu discurso sobre representatividade após vencer o concurso. "Cresci em um mundo onde uma mulher que se parece comigo, com meu tipo de pele e cabelo, nunca foi considerada bonita. Acho que isso pode mudar hoje. Quero que as crianças olhem para mim e vejam seus rostos refletidos no meu." A modelo de 26 é a terceira sul-africana a ganhar o título de miss Universo.




por Giulia Coronato

https://stealthelook.com.br/10-mulheres-que-revolucionaram-2019-e-v...

68 visualizações
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram