.


Nunca se viveu uma crise desse tamanho. O Coronavírus é uma Tsunami global que afeta todos os países e todos os negócios. Empresas grandes enfrentam dificuldades, enquanto muitos pequenos negócios estão fechados e correm o risco de não reabrir.


Com isso, temos uma nova meta: sobreviver ao coronavírus e fazer com que nossos negócios sobrevivam também.

Portas fechadas, sem clientes, projetos cancelados. Tudo isso a partir do epicentro econômico brasileiro – São Paulo. E agora? O que vai ser no futuro? Não sei, ninguém sabe. Mas sabemos o que pode ser feito com urgência para que o negócio sobreviva.

O que fazer HOJE para evitar que o coronavírus quebre seu negócio:


1 – Cuide de si e de quem está próximo de você

  • Nenhum esforço vai valer a pena se você for contaminado ou alguém próximo de você – sua família, seu colega, seu colaborador, seu cliente, seu vizinho. 

  • Você não pode se arriscar achando que em você não vai pegar, o contágio é por aproximação, pratique o afastamento social.

  • Não fique consumindo noticiário, número de casos, mortos… 24h por dia. Cuide de sua mente. Medite, é de graça e vai fazer com que você não pire nesse momento de tanta turbulência. Se quiser ajuda em como meditar pode mandar mensagem direta.

2 – Não abandone seu cliente

  • Seu cliente precisa perceber que ele é importante para você.

  • Muitos negócios estão fechados mas o cliente pode estar precisando de você.

  • Não desapareça! Esteja presente via WhatsApp, redes sociais, celular.

  • Pergunte a ele “Como posso te ajudar?” Talvez você não vai vender nada agora mas ele vai lembrar de você para sempre!

  • Mesmo que você não possa atendê-lo, veja como pode ajudá-lo a resolver um problema. Se você puder atendê-lo, atenda-o tomando todas as precauções para evitar contágio.

3 – Interrompa gastos

  • Preserve o caixa a qualquer custo. 

  • Folha de pagamento, fornecedores, prestadores de serviço – aquilo que você já tem compromisso e que sabe que as pessoas estão contando com o dinheiro – PAGUE!

  • Renegocie tudo que for preciso!  

  • Cancele promoções, contratações, postergue pagamento de prêmios e bônus.

  • Impostos, serviços públicos, dívidas bancárias, impostos – ESPERE! Não gaste com isso agora, nos próximos dias teremos novidades sobre como proceder com esses pagamentos.

4 – Replaneje e aja rápido

  • Você é do tipo que planejou 2020 com ações e iniciativas? Esqueça!

  • É hora de repensar tudo.

  • O vento virou não adianta continuar remando como se a maré não tivesse mudado.

  • Não demore para replanejar e começar a agir.

5 – Use novas tecnologias

  • O mundo está cada vez mais digital, não há como negar.

  • Portanto, você não pode ser resistente a adotar:

  • Atendimento pelo WhatsApp

  • Vídeo conferencia (como Zoom, Appear.in, Skype ou outro)

  • Estar no Google Mapas

  • Usar as redes sociais

  • Ter arquivos Dropbox e Google Drive

  • Estar conectado a serviços de entrega como Rappi, Loggi e outros (Uber Eats e Ifood estão ampliando serviços)

  • Estar conectado a serviços de pagamento (além dos tradicionais também PicPay, Mercado Pago e outros)

6 – Aprenda e esteja aberto ao novo

  • O mundo nunca mais será o mesmo depois desse blackout mundial!

  • Você não pode continuar sendo o mesmo.

  • Esteja aberto.

  • Aprenda. E não se trata apenas de fazer curso na internet, mas é de desenvolver na prática novas competências. Sem mimimi. 

  • Não é hora de delegar, mas ir lá pescar – se não souber, aprenda!

  • Lembre-se, 20% dos negócios no mínimo vão fechar! NÃO SEJA UM DELES!

7 – Ouse na criatividade

  • Nunca na história se pensou que isso iria acontecer no mundo (só em filme de ficção científica e olhe lá).

  • Agora é o momento de VOCÊ ser criativo!

  • Ouse! Faça do jeito que você acha que é possível – mesmo que nunca ninguém tenha feito. Só não vale abrir mão da segurança.

  • Pense em como atender o cliente, em como receber do fornecedor, como criar novos protocolos de segurança nos processos. 

  • Busque energia para pensar que vamos superar isso nos tornando melhores pessoas, empresas e profissionais depois disso.

8 – Seja um agente de conscientização

  • Tenha uma atitude protegida, ficar em casa.

  • Se for inevitável sair, praticar os melhores protocolos antes sair de casa e ao  entrar em casa.

  • Mostre a todos como é o contágio do Coronavírus.

  • Adote e seja um líder que ajuda as pessoas a se cuidarem e assim reduzir o impacto dessa crise.

  • Sua empresa tem que sair dessa crise como um exemplo de empresa que ajudou a controlar o coronavírus.

Para ficar por dentro das novidades de Marcelo Pimenta e o Blog Mentalidades, inscreva-se na Newsletter.

44 visualizações
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram